Natal

O Senhor é meu Pastor, nada me faltará! Na sua Luz me guio na sua Luz me guardo.

Deus Pai-Mãe, Luz do Mundo, Luz da Vida. Que a sua doce e grata presença se irradie sobre todos nós, pois assim disse o Mestre: quando dois ou mais estiverem reunidos em meu nome, eu lá estarei.

É com o coração repleto de Amor e de Alegria que me coloco aqui hoje entre vós, não com outro propósito senão o labor na cauda do bem.

Com muito júbilo e alegria saúdo a todos que aqui vem para receber as lições de Amor e Sabedoria para auxílio de vossas vidas terrenas.

Irmãos, nos aproximamos agora do final do ano, um período em que os homens estão mais abertos às lições do Cristo; estão mais abertos à Compreensão, ao Amor, ao Perdão!

São as emanações celestes que se coadunam aos sentimentos humanos pela abertura da sensibilidade da alma, pela abertura do coração que os homens tem nesta época.

E venho hoje para recomendar a todos que aproveitem este período de nobreza da alma para semear os bons sentimentos dentro do coração, permitindo que assim criem raízes.

Raízes estas que se espalhem e se aprofundem dentro de cada um de vós, pois é somente através da nobreza da alma, ou seja, da nobreza do coração expressa nos sentimentos de Amor, de Amizade, de Compreensão, de Perdão, de Caridade, de União… que o homem poderá progredir.

É somente assim que saireis desta vida como os bem-aventurados do Cristo.

Que a Paz do Senhor esteja com todos e cada um de vocês.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 + 1 =